quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Família

Mais um ano está terminando e todos nós nos lembramos,ao ver as retrospectivas transmitidas pela TV,os sufocos que o mundo inteiro passou,os problemas enfrentados,os acontecimentos que marcaram,e claro,o quanto a sociedade humana,por mais mudada que esteja, ainda assim consegue assustar nossas mentes e amolecer nossos corações.

Os dramas vividos hoje em dia,principalmente por jovens,os especialistas sempre argumentam que a melhor maneira de evitá-los começa em casa.Desse jeito fica mais fácil descobrir o quanto é difícil evitar e o porque que todos esses dramas estão cada vez mais comuns.

A pergunta é: começar em casa com quem? Pais que deixam os filhos serem educados pela televisão? Que acreditam que a escola dá toda a educação necessária? Por favor,está na hora de todos mudarem aquela visão de "jovens malucos,juventude perdida",porque se a juventude está perdida ela andou por algum caminho,e tinha alguém pra guiá-la.

"Mas os pais têm trabalho",eles dizem."Mas eles têm filhos também",penso eu.É certo que as antigas famílias eram muito rígidas,os pais menosprezavam os filhos e não existia de fato intimidade entre eles,já que deviam ser obedientes e decentes.Acontece que com o crescimento desenfreado da inteligência humana,da tecnologia e com tudo que conquistamos durante esses anos,a sociedade atual devia ser a perfeição,não é?

Começa em casa.E é verdade.A grande quantidade de problemas enfrentados pelos jovens hoje nada mais é do que a realidade vergonhosa que a família passa atualmente.Jovens sem rumo,sem cérebro e sem objetivos.Mães que oferecem suas filhas pra prostituição,crianças de onze anos "pegando geral",adolescentes fúteis e sem princípios,emos,juventude alienada e estúpida.Onde está a família pra conduzi-los a um outro caminho?

Muitas famílias se transformaram em uma desordem.Filhos não respeitam pais,não os escutam e não se limitam a nada.Pais deixam de ser autoridades para sustentar a família trabalhando.Os filhos,por sua vez,não reconhecem trabalho nenhum e parecem não ter mentalidade alguma para adquirir um aprendizado.Os pais cobram e não ensinam,os filhos recebem de mão beijada e não aproveitam.

Grandes valores foram deixados,ensinamentos indispensáveis foram esquecidos e a presença de quem mais precisamos ficou pra segundo plano.A família,pra mim,é a coisa que eu mais tenho esperança de que pode durar pra sempre.Mesmo reclamando às vezes que a minha é tão last week,eu tenho certeza de que sem ela eu realmente não sou nada,que tudo que tenho e venho aprendendo em casa e na escola se deve a ela e que principalmente,sem a presença dela em todos os momentos,eu sequer poderia acreditar em alguma coisa.Ela é,sem dúvidas,a base da minha formação.

Esse fim de ano está servindo pra que eu aproveite mais a minha família e aprenda com ela sentimentos novos e antigos princípios.

P.S.:Fiquei quase um mês sem postar,vão desculpando,estava viajando (Goiânia,Brasília e Caldas Novas) e sem inspiração.Espero que 2010 seja bom pra todos e pelo que li no meu horóscopo realmente vai ser (decidi acreditar,desta vez),tô animada pra esse novo ano,afinal,vai ter copa do mundo,vai ser a primeira década do ano 2000 e vai ser um ano de mudanças(boas,espero).Vou passar o reveillon na praia,nenhuma promessa pra Iemanjá,mas muitas pra mim.Andei sentindo umas ondas de nostalgia que bloquearam a minha mente,mas acabei superando com esse tema(família) que nada impediu todas essas palavras terem fluído.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

New perspective


Sem mais limites de tempo,sem mais desculpas para cumprir promessas,sem mais obrigações para se prender.Posso esquecer a rotina,os deveres e a preocupação.Uma nova perspectiva está se formando e a melhor escolha é segui-la.

Tem como base o passado e se espelha quase totalmente em seu oposto.É incerta e quando me falta coragem para aceitá-la,ela exibe,cruelmente,todos os meus erros passados.Desse modo ela ergue minha cabeça e me convence a acreditar em algo novo.

Ela faz alguns planos e separa experiências incríveis,quase impossíveis.Tento ignorá-la,mas é totalmente ineficaz a tentativa de não ceder aos sonhos encantadores que ela elabora,"sonhar não custa nada,por enquanto é de graça",ela consegue enfiar,facilmente,essa ideia na minha mente.

Quando ela me oferece uma nova ideia e eu nego,ela diz:"permita-se",quando ela inventa algo novo e eu digo que não combina comigo,ela sugere:"reinvente-se".E esse é o melhor nela,não importa quem eu fui,o que fiz e o que combina comigo,tudo é permitido para ela,não há regras.Ela sabe o que é melhor pra mim.Todas aquelas coisas que eu quis fazer,mas adiei,todos os desejos reprimidos por insegurança,todo covardia que me manteve parada.Ela é a voz que eu evitei escutar por muito tempo, a atenção que eu deixei de receber,a vontade que eu fingi não ter.Eu posso ser quem eu quiser com ela,eu posso ser eu.

Acredito sim que é muito perigoso abraçar uma nova perspectiva assim,tão drástica e momentânea,mas ela tem os melhores argumentos e é totalmente insistente.Quando tento dispensá-la,ela afirma que estou completamente errada e me assegura de que não tenho nada a perder."São só experiências",essa é sua frase mais comum e ela permanece rígida e segura sempre que diz isso.Termina sendo breve e clara,diz que devo apostar nela e que se eu não abraço uma nova perspectiva,a antiga sempre virá à tona e jamais poderei consertar a vida errônea que levo.


sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Geração 8 ou 80


Está cada vez mais fácil rotular qualquer indivíduo que vimos,a cada dia nos rendemos à padronização de algo e à oposição de algum grupo.Tentamos nos destacar sendo diferentes,mas o diferente tá cada vez mais igual.

Emos melancólicos e hippies regueiros,ricos sem compromisso e classe média endividada,humildes demais e ambiciosos por tudo,pathys e playboys que não vêm sentido em ter responsabilidade e em estudar,já que são trabalhos típicos de nerds.Nerds que só estudam e acham besteira viver "la vida loca" como os rebeldes.Rebeldes que acreditam que a vida das pessoas politicamente corretas não é correta e pessoas politicamente corretas que julgam a vida de todos os outros.Outros que podem pertencer ao grupo dos falantes que tanto falam e nada dizem,contrários aos bons ouvintes que muito ouvem e pouco falam.Obesos e anoréxicos,originais e seguidores de modinhas,pessoas futéis e pessoas muito rígidas,meninas vaidosas demais e meninas-meninos,homofobia e a explosão de gays no mundo,bissexualidade e as crenças da igreja.Intelectuais individuais e estúpidos "Maria vão com as outras",frieza e excessiva calorosidade,tentar se esconder na tentativa de aparecer,jovens perdidos e jovens com tudo planejado,problemas em ter e problemas em não ter,tudo tem solução e nada vai ser resolvido.Esses são os poucos extremos que caracterizam a nossa sociedade atual e facilmente a definem.

Me pergunto o que vou falar da minha época,é tudo muito vergonhoso e tudo muito resumido.Nossas descrições sobre o nosso perfil são muito previsíveis e tem muita igualdade,não acrescentamos algo novo e falamos de nós exatamente como já havíamos falado a algum tempo.Necessitamos realmente de realidade,e isso não quer dizer que devemos ser negativos,mas sim deixar tudo ocorrer naturalmente,repensar o que já dissemos,nos arrepender de ter dito aquelas frases de efeito que calaram a boca de todos mas não era o que você sentia de verdade.E quando formos falar de nós mesmos devemos ser humildes,verdadeiros e refletir nossa personalidade independente das palavras,do momento e do ouvinte.E que não nos falte descrições,histórias e empolgação ao falar sobre nós mesmos,e que principalmente haja reflexão sobre as mudanças do seu perfil de hoje com o da semana passada.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Mudanças


Mesmo enjoando de todos esses dias,em que às vezes até confundo ontem com o começo de hoje,é impossível negar que as mudanças estão ocorrendo.E por mais clichê que esta observação pareça,muita gente nem se dá conta disso e só vai entender muito depois.

Acredito que nada é eterno,que somos capazes de nos acostumar a tudo,que novas ideias acabam sendo facilmente abraçadas por nós e que toda mudança,com certeza,vai nos evoluindo.

Nossos pensamentos vão mudando juntamente com o tempo,e quando escuto canções como filtro solar do Pedro Bial,que dá conselhos sobre a vida e que diz que devemos aproveitá-la ao máximo,sem dar muita importância aos problemas,tenho quase certeza de que vou me arrepender por todas as coisas que insisti em ter e que nem tinham grande valor,por tudo que lutei que não valeu a pena,por todas as ideias que defendi que não faziam sentido,pelo tanto que pensei quando não deveria pensar.

A questão é que continuaremos sorrindo de nossas fotos antigas e não acreditaremos na aparência e comportamento que tínhamos,teremos vergonha do passado ou iremos querê-lo de volta e desejaremos refazer tudo que já aconteceu e modificar,de acordo com o nosso pensamento atual,toda a nossa história.

Mesmo com toda essa metamorfose das nossas ideias,não conseguimos deixar de sentir saudade do que já passou,fantasiar com os momentos vividos por mais constrangedores que fossem e querer de volta aquele tempo em que as coisas ocorriam sem muita reflexão.

Não sei o que fazer em relação a isso,mas acho que o certo é "viver para o hoje" como diria John Lennon,já que tudo está em contínua mutação seja permanente com o seu pensamento presente.E claro,ao invés de ficar pensando e refletindo demais,temos que começar a agir nos nossos dias para depois termos alguma história para refletir,pensar e até fantasiar quando tudo já estiver mudado (sermão pra mim).

P.S.:Sumi porque estava estudando para a primeira semana das provas finais e dia 15/11,essa pessoa que vos escreve completa 14 anos de idade(pois é,pasmem) e pretende mudar algumas coisas na vida dela e deixar algumas do jeito que estão,pois sabe que de qualquer jeito todas essas coisas vão acabar mudando mesmo.

domingo, 25 de outubro de 2009

Paradoxo


Ela costumava viver entre abundantes diversificações,julgava o que era melhor pra si dependendo da situação em que se encontrava,era um "metamorfose ambulante" porque não conseguia formular sua opinião tendo em mente milhares de ideias.

Tudo parecia ser muito complicado.De um lado pessoas que lhe davam dicas e lhe diziam como se comportar,de outros os apoiadores da naturalidade,tudo devia ir fluindo.Ela cresceu conhecendo inúmeras ideologias,adotou pra si algumas que considerava as melhores,tentou alcançar e desistiu de seus objetivos,tudo ao mesmo tempo.Sua mente estava bagunçada,tinha muita informação.Não entendia como devia agir e pensar porque já havia obedecido a muita coisa e reprimido muitos sentimentos.Tentou buscar mais uma vez a opinião dos outros para formar um conjunto de ideias das quais defenderia.Não conseguiu.Estava perdida no meio de muitas regras,críticas,etiquetas e diferenças.

Era tudo muito diferente,muito confuso,muito variado.Onde encontraria as respostas de suas maiores dúvidas ou até mesmo uma ideologia pra viver se todas as coisas novas aque aprendeu eram contrárias ao que já conhecia?Como teria opinião própria,coisa que todos isistiam em lhe obrigar a ter,se estes mesmos impuseram a opinião deles na cabeça dela?E como,como encontraria a verdade que estava escondida onde todos a haviam mandado jamais mexer:na mente dela?

Foi então que ela percebeu:Tudo era uma paradoxo e que nunca se daria conta disso se não tentasse formular a sua própria opinião baseada em si mesma e não nas "verdades" que já conhecia.Reconheceu assim que a verdade podia ser encontrada,e que pra isso não era preciso muita coisa:exploração da sua mente,reflexão,personalidade e que na tentativa de encontrar alguma igualdade no meio de tantas diferenças você entendesse que realmente não iria encontrar.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Como uma mulher deve ser

Elas andam confiantes,mostrando ou escondendo tudo o que têm,transmitem elegância ou vulgaridade,se importam demais com si ou com os olhares alheios,adoram elas próprias ou se ridicularizam sem se dar valor,o cuidado com a beleza é irredutível ou bobagem.Não posso definir os tipos de mulher generalizando em dois estilos,mas a verdade é que muitas aumentam a própria ignorância valorizando ou não o ego.

Me pergunto qual o tipo de mulher ideal para um homem:Uma conhecida por um nome de fruta por causa de seus GRANDES atributos,mas um minúsculo cérebro ou aquela miss independent,que sabe se virar,usar a cabeça,mas na hora do amor é totalmente racional.

Cercados por revistas com modelos esqueléticas ou perfeitas fisicamente,o que entendemos por "mulher ideal" é o seguinte: ela deve ter sua beleza e valorizá-la.Deve ser graciosa,arrumada,respeitada e descontraída.Não deve ficar se oferecendo demais,mas também não deve se fazer de difícil.Deve ser decidida,autêntica e ter um corpo perfeito.

Tudo o que eu falei mais parece o perfil da "mulher fatal",e é verdade,mas acontece que toda "mulher fatal" tem seus pontos bem fracos,sua auto-estima fica baixa vez ou outra,acorda de mal humor alguns dias no mês,chora de raiva,se sente insatisfeita pois tudo o que não é dela atrai muito mais.Vive mudando de opinião,é indecisa,falha indefinidas vezes,pensa duas vezes antes do que vai fazer,mas depois se cansa de se prevenir e quer se sentir livre.Tem tempos que se veste com roupas que cobrem demais o seu corpo porque está o achando horrível,em outros momentos usa shorts muito curtos porque quer usar e abusar do que Deus lhe deu.Ela se adora,se odeia,gosta de si,é indiferente consigo.Fica numa instabilidade incrível e ainda assim consegue ter homens pensando nela.

O difícil é conseguir ter homens pensando em você com esse grande número de problemas.Então,já que não sou sortuda como a minha amiga "mulher fatal" devo encontrar o perfil ideal da mulher numa mistura das nossas ancestrais com a mulher atual.Aposto num toque de sensualidade das sereias (pois é,eu disse sereias),no glamour,graciosidade e educação de grandes mulheres como Audrey Hepburn,na leveza das modelos,na inocência e delicadeza das bonecas;na rebeldia,ousadia e coragem das mulheres que revolucionaram e na inteligência,independência e simplicidade da mulher atual.Mas tudo isso deve ocorrer com a naturalidade que temos as nossas qualidades.Não podemos deixar de lado nossos princípios e muito menos nos espelhar no idealismo do ponto de vista alheio,a mulher ideal na verdade é tudo aquilo que ela acha ideal pra ela mesma .

domingo, 11 de outubro de 2009

Sorte,azar ou destino ?

Num dia desses,antes de começar minha prova,acho que de geometria,o pessoal da minha sala pediu pra que a coordenadora nos desse boa sorte,porque ela sempre nos desejava isso,mas dessa vez ela soltou: "o aluno que estuda não precisa de sorte".Fui pensar nisso depois,o que ela disse é uma meia verdade,uma pessoa preparada não precisa de sorte,ela está pronta,determinada,ela vai se dar bem,porque sabe como reagir,se comportar e enfrentar os desafios para os quais ela se preparou.Mas isso pode mudar totalmente caso ocorra algum imprevisto,algum intrometimento do destino,algo para o qual ela não tinha como se preparar.


Há situações que precisamos de sorte,sem realmente necessitar dela,nem que seja pra aprimorar o que foi muito bem ensaiado,melhorar o que está muito bem feito e aprofundar o que já é de completo entendimento.Já o azar,que é totalmente indesejado e que muitas pessoas acham que só afeta gente pouco preparada, pode destruir os mais diversos tipos de personalidade e arruinar inúmeros esforços.A sorte ou o azar interferem em tudo,mudam nossos rumos,nos mostram o que não era possível e nos fazem mudar de opinião,por isso costumo achar que os dois tem o mesmo nome: destino.As nossas atitudes,vitórias,derrotas,erros e conquistas dependerão imensamente da nossa sorte e do azar,e estes nos mostrarão quais caminhos seguir e quais escolhas devemos tomar.Talvez a aquela coisa que nem eu não acreditava mais,exista.


Posso estar errada,mas a ligação entre sorte,azar e destino é muito grande.Acredito numa força maior e na força de vontade,que podem driblar esses três que somente significam o rumo já previsto de nossas vidas.Enquanto isso,vou rezando e pedindo,pra que o minha sorte (ou destino?) seja muito grande,e pra que haja não só uma história já escrita em nossas vidas,mas várias.

P.S.:Viajei para Salvador semana passada (lá é incrível,a cidade,a cultura,as praias,a comida,a alegria,o bom-humor do povo e o sotaque) e trouxe de lá várias fitinhas do senhor do Bonfim,que há de interferir no meu destino,ou quem sabe enchê-lo de bençãos e mostrar que na história que já foi escrita pode se acrescentar mais alguns parágrafos.

-------
Selo:


Regras:
1) Postar o link do blog que te deu o selo:
http://psiquecotidiana.blogspot.com/
2) Indicar nove blogs para receber o selo:
Fatos Aleatórios,estrelinha ★,all about everything,Eu conto,tu lê,Limão com couve..!,Metamorfose,Querido Diário Otário,My love is true, I promess !,I r o n i a C e n s u r a d a

3) Escrever nove características suas:
Sonhadora,preguiçosa,tímida,inspirada,alegre,observadora,paciente,lerda,tranquila.
4) Responder a pergunta: "Qual é seu doce preferido?"
difícil decidir,acho que torta de chocolate.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Metas e verdades



Tudo que escolhemos têm grande influência da opinião e dos conselhos que recebemos.Cometemos erros enormes que juramos jamais repetir e prometemos dar o nosso melhor pros próximos desafios da vida.Buscamos o que consideramos certo para nós e tentamos,é claro,seguir o que os outros acham correto também.querendo ou não,damos o nosso melhor nos espelhando no que a opinião alheia julga que é bom.Não sabemos o que é realmente certo,mas aprendemos o que é mais valorizado e não temos certeza se tem,de verdade,algum valor.

Venho pensando bastante na verdade durante esses dias.Fazendo provas por mais de 2 semanas,esperando que já acabasse,me pergunto se essa decoreba toda vai ter alguma importância na minha vida daqui a alguns anos,ou meses até.Algumas coisas são necessárias,nem que sejam só pra "exercitar o cérebro",mas me pergunto porque isso tudo é exigido com tanta severidade.Se você for parar pra pensar,pode estar enganado das coisas mais óbvias do seu dia-a-dia e passou a vida inteira alimentando uma mentira que foi muito bem disfarçada com o nome de "é assim que tem que ser".

Aprendemos a ter sonhos,que por mais que sejam sonhos,eles devem acompanhar a realidade.Ouvimos falar bastante de liberdade,mas continuamos reprimindo nossas vontades por medo das críticas.Queremos ter opiniões próprias e bons argumentos,mas acabamos intimidados pela pressão que nos dão.Tentamos conquistar nossa independência mas permanecemos,durante muito tempo,dependendo dos outros.


Não sei se conseguiremos alcançar as metas que nasceram da nossa própria vontade.Não sei se continuaremos a não nos questionar.Não sei o que é certo nem o que é verdade,não sei pelo que vale a pena lutar e nem oque realmente devo fazer.O que é verdade?O que é original?Quais os caminhos que dentro de nós devemos seguir?Eu devo questionar ou permanecer alheia à suposta verdade?"Só sei que nada sei",termino minha (quem sabe) filosofia do mesmo modo que finalizo todas as minhas teorias: Com dúvidas.

Questione-se :
  • A foto do post realmente precisa combinar com o assunto tratado?Ou eu posso,simplesmente,olhar pro céu,da minha janela,e não olhar nenhuma estrela e depois colocar no post só porque senti falta delas?
  • Garotas adolescentes só pensam em moda,beleza e garotos (quase isso) e não têm mentalidade pra questionar coisas que não saiam de uma revista fashion?
  • isso tudo é conversa de doido?(certifique-se).

P.S.:Dia 30 de setembro completo um ano que não bebo coca-cola,nenhuma gotinha.Questione-se se esse veneno (uhul) é realmente necessário na sua alimentação.

beijão.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Uma pequena grande mente

Quando era pequena meus pensamentos costumavam ser bem grandes e quase impossíveis.Já sonhei em ser cientista,porque acreditei que um dia poderia responder a todas as dúvidas que existem nesse planeta,unir as galáxias e expandir todo esse universo pelo cosmo,porém,me disseram que era extremamente difícil estudar somente a Terra,e que as dúvidas sobre sistema solar jamais seriam respondidas.

Então,decidi ser médica,uma profissão que realmente admiro.Salvaria a vida das pessoas sem ligar pro que ganharia em troca,seria extremamente bondosa e me dedicaria a todos os tipos de pesquisa que pudessem resolver as imperfeições humanas.Mesmo assim,me contaram que médicos tinham que lidar com a desgraça alheia,o que lhe ocasionaria insatisfação e desânimo.
Desisti de um belo trabalho,mas não cansei da minha busca para revolucionar o mundo.Tendo esse pensamento,escolhi ser historiadora e ir atrás de estratégias antigas de sobrevivência,conhecer a cultura de velhos nativos e encontrar todas as histórias que nunca nos foram contadas.Viveria em outro mundo e desvendaria os mistérios da humanidade,até que,me mostraram que era muita fantasia,"isso não lhe interessa"-eles diziam.

Mais uma vez caí na falatória do povo,me dediquei intensamente na busca de uma função que ninguém falasse mal,que fosse invejável.Quis ser presidente,porque assim acabaria com a miséria do meu povo,seria o orgulho do país e solucionaria todos os problemas que nele existissem.Tinha planos infalíveis.Construiria casas para o território inteiro,doaria roupas e comidas para todos,escutaria a opinião da sociedade e faria tudo conforme o desejo do povo.Mas então,eu mesma percebi que essa não era realidade,eu como presidente alimentaria desejos infindáveis dos cidadãos.O atual presidente que eu tinha como modelo só me dava vergonha,não era um bom exemplo pra ninguém,as autoridades que conhecia eram mentirosas,corruptas e sem sonho nenhum,não queria que me tornasse assim,então pensei: Essa profissão é pequena demais,posso fazer algo melhor.

Continuo até hoje minha busca,não encontro nada que se compare à minha mente nem que agrade a mente alheia.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Ajuda profissional



Escolher que profissão seguir é um grande passo na vida de qualquer pessoa,o que só aumenta as dúvidas,problemas,pressões e a tentativa de tentar decidir o que quer pra vida.Ao contrário do que qualquer um faria,eu não vou dar conselhos,porque já escutei bastante.Vou dizer os meus porquês,algumas alternativas de profissões pra mim e todo meu ponto de vista pra tentar me entender.
Medicina: A matéria é muito interessante,envolve a gente e faz parte da nossa realidade.Tem assuntos que dá vontade de aprender.É teoria e prática,e o trabalho tem sempre desafios,o que me garante dinamismo e muita recompensa.Além de ser um curso muito bonito e que eu admiro muito,acho que a minha vontade de aprender cresce.Tenho um bônus extra por causa do fator hereditário,o que facilita na hora das dicas e tudo mais.Resumindo:é maravilhoso,dinâmico,dá vontade de descobrir e fazer melhor e o reconhecimento é muito grande,você se sente bem com o que faz e é super respeitado.É o que se pode dizer de amar o que faz.
PROBLEMA: Tem que ser muito maduro pra encarar mortes constantemente,eu tenho muuuito nojo de sangue,o trabalho "chama" toda hora,poucas folgas e você pode ser interrompido onde estiver para ir ao hospital pra dar um reforço.Tem casos difíceis e pode acabar te deprimido por ver ver tanto sofrimento,e você vai trabalhar muito,pode ter certeza.Resumindo: Embora seja um ótimo trabalho,você tem que amadurecer demais pra não deixar que a super dedicação para o serviço atrapalhe a sua vida e você acabe desistindo de tanto esforço.

Direito:É uma coisa que vem de dentro da gente.O ato de 'defender' e 'julgar'se encaixa nas leis e nos seus pontos de vista.Você se expressa e aprende a usar a razão para culpar e inocentar alguém.É uma forma de fazer justiça (ou não) e de pôr ordem e moral em quem desobedece a lei.
É interessante porque você tenta resolver casos de um jeito racional,justo e que você busca a melhor solução usando as leis e mostrando seus pensamentos.
PROBLEMA: É uma decoreba maluca.Um trabalho cansativo,desanimado.Deve ter sempre uma mentirinha aqui,outra ali.A competição em querer ser o melhor com seus colegas de turma deve ser bem grande e ter que lidar com gente séria e que ostenta dinheiro é um saco.É um curso que particularmente pode acabar enjoando de tanta seriedade.

Jornalismo : Absorção de experiências e diferentes tipos de ideias vindas de diferentes tipos de pessoas.Um trabalho divertido e que tem sempre novidade.Você se atualiza nos assuntos,se informa,guarda opiniões de todos e expressa as suas.Viaja e conhece tipos de culturas e estilos de vida diferentes.Você está sempre aprendendo com o que as pessoas acham e acaba se envolvendo com os assuntos ao formular perguntas que são de seu interesse também.Você vira a voz do povo.O convívio com a escrita,as histórias contadas,diferentes pensamentos e um turbilhão de diferenças que se pode conhecer por meio do jornalismo me faz sonhar com este curso,que além de expressão trabalha também com o socialismo,desafios e experiências memoráveis.
PROBLEMA: Onde eu moro não é comum,os jornalistas que fazem "sucesso" aqui trabalham num telejornal que puxa-saco do governo ou para um jornal expresso de 25 centavos(hehe),não sei por onde começar,não tenho com quem me informar sobre o curso,e não sei direito como funciona.Para alcançar meu objetivo teria que sair da cidade (o que não seria problema se pudesse levar toda minha família junto) e começar uma vida destinada à profissão.

Sei que está muito longe(pra mim),mas tenho um milhão de dúvidas sobre qual dessas profissões escolher,quem sabe tenham novas alternativas,mas essas são de meu interesse,e dos meus pais também (jornalismo não é do interesse deles),só sei que se nada der certo (não,não vou virar hippie) eu viro cientista e realizo meu sonho de 8 anos de idade.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

O tempo é rei

Tinha vários títulos pra falar do tempo,mas escolhi este (da música senhor do tempo,charlie brown jr)porque relata de forma objetiva e realista a influência do tempo em tudo.Ainda posso me lembrar de ter falado que já queria que chegasse o final de semana,aqui estou eu,sexta-feira,escrevendo sobre o que vem faltando na minha vida e na de muita gente também.

O poder do tempo é tão grande que ele interfere em nossos hábitos e escolhas,mudou tanta coisa que foram se tornando comuns nesses milhares de anos que nós nem conseguimos observar de forma clara as mudanças que ocorreram por conta dele.No assunto de transformações causadas por ele,posso começar com a alimentação,com o aumento de afazeres e redução do tempo foram criadas as chamadas fast foods, esse nome "comidas rápidas" já sugere muito bem o obejtivo;afinal,as pessoas já não têm tempo pra comer um prato de comida inteiro,e as vezes até mesmo comer sentadas.E com a mudança da alimentação,a qualidade de vida mudou ainda mais,o aumento de obesidade,sedentarismo,doenças cardíacas e uma série de ameaças ao organismo humano de não só dessa,mas de futuras gerações também,cresceram bastante,e o riscos de contraí-las por meio do fator hereditário só cresce.

E falando em futuras gerações,as crianças de hoje são "educadas" pela mídia por causa da falta de tempo dos pais,e por falar em educação muita gente(inclusive eu) não estuda e não se aprofunda em assuntos que se interessam por ter que se dedicar a outras coisas que exigem bastante conhecimento e muito,mas muito tempo,que acaba faltando pra conhecer melhor o que gosta.Quantos desejos em nossas vidas não foram reprimidos só por não ter tempo?

Mudamos bastante o nosso humor,nosso jeito de ser pelo tempo,o estresse está em alta,e a paciência em decadência,a simpatia dos outros já é bastante rara,parece que o tempo é tão curto que somente as obrigações se encaixam nele,mas e nós?onde ficamos no quesito tempo?

A falta de tempo é tão grande que parece que somos "sugados" por ele,e quando nos damos conta já está tudo terminado e prestes a começar de novo.Julgamos certos valores e atividades como "perda de tempo",mas é que ele é tão curto que as pessoas acabam dando valor somente para obrigações,coisas que dão lucro material e saúde (já que assim elas estarão prolongando o seu tempo de vida),acabam todos esquecendo do bem-estar espiritual e vivendo pro amanhã,fazendo planos e esperando que o tempo mude.

Mas quando faz tempo que algo aconteceu,ele é mais bem valorizado,priorizando tradições e fazendo com que certos costumes não sejam perdidos no decorrer dos anos.Eu realmente admiro coisas antigas e culturas que permanecem até hoje-porque sobreviver ao tempo tá difícil.

Pois é,só em pensar nos feitos do tempo chego a centenas de ideias que conseguem se interligar por esse único assunto,que acaba gerando milhares de consequências.Tinha mais coisas pra falar sobre isso,mas com o tempo fui esquecendo.

->Estou tão espremida pelo tempo que nem preciso saber que dia do mês é amanhã,só preciso saber o dia da semana pra saber que prova eu tenho.

->Desculpe a tamanha repetição da palavra "tempo",é que eu não consegui achar nenhuma palavra com o significando que ela exprime nesse contexto,e nenhuma que tivesse tanto poder.

Imagine all the people living for today (John Lennon)

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Que drama !

Como se não bastassem os nossos problemas,uma coisa chamada drama faz com que eles pareçam maiores ou revele a realidade que nos negávamos a enxergar,nos faz sofrer antes da hora e nos maltratarmos sem motivo.

Tem gente que se mata em nome dá fé,gente que luta em guerras por conflitos que aconteceram muito tempo atrás,gente que esquenta a cabeça com economia,gente que sai ferido em protestos,gente que esperou que um vírus desconhecido e pandêmico se manifestasse bastante em sua região pra poder começar a lavar a mão toda hora e ficar mais higiênico,gente que faz dietas malucas pra ficar com um corpo perfeito,gente que come demais por ansiedade,gente que corta os pulsos achando que assim poderá solucionar seus problemas,gente que desistiu do amor por ter saído de um relacionamento ruim,gente que usa o radicalismo sem necessidade.Eu de fora só fico me perguntando: Pra quê tudo isso?

Já ouvi vária histórias de suicídios,nesse caso,o drama é o pior de todos e atinge seu limite,afinal,é muito fácil se deixar levar pelas coisas negativas que veem acontecendo na vida,perder a esperança e simplesmente ignorar tudo de bom que lhe pôde acontecer,e quando já não lhe restam forças,o drama faz com que só se enxergue uma saída e ele impulsiona à morte.

Não acho que devêssemos ter uma vida de alface,mas sim ter a conciência de que o drama deve ser usado para o nosso benefício,e que a vida é boa demais pra ficar se lamentando e desgostando de tudo.Isso pode ter soado meio hippie ou irônico(pros pessimistas),mas a verdade é que os problemas parecem bobos demais perto dessa maravilha que nos cerca.


Mas se você acha que tudo o que eu disse nem é tudo isso,e que o drama mesmo se encontra nesse post,você pode até dizer que quem é dramática sou eu.

terça-feira, 21 de julho de 2009

Terapia à base de música

As melhores combinações de palavras que já pude ouvir,os melhores conselhos que já me foram dados,os melhores ensinamentos que já pude aprender vieram por meio da música.Acho que a música junto com todas as outras formas de se expressar conseguem propagar grandes mensagens e até mesmo expandir grandes pensamentos e ideias.

Através da música é possível ver a vida com outros olhos,melhorar o humor,se despreocupar um pouco,se consolar,deparar-se com assuntos importantes e principalmente enxergar a realidade dos dias de hoje e de muitos anos atrás.A música mostra sentimentos que continuam vivos até agora,ela ainda é uma grande arma dos revolucionários,é um dos meios mais poderosos pelo qual você se expressa e consegue ser ouvido.

Acredito que a música com todo seu conteúdo é capaz de mudar e melhorar mentes,com ela você pode associar sua vida com cada palavra dita,e quando se está numa "fase difícil" ela o ajuda a perceber que tem coisas piores,mas também lhe mostra que tudo o que é ruim é bem pequeno perto das coias boas.

Escolho uma música dependendo do meu estado de espírito,pra dar uma relaxada escuto um som mais leve,calmo e que geralmente fala sobre as maravilhas da natureza.Pra me dar um pouco mais de energia escuto um som pesado (não tão pesado),que tem diversos tipos de temas,mas a sonoridade é eletrizante.Pra dar uma refletida na vida ouço músicas que critiquem o comportamento da sociedade,que tenham bons argumentos e me ajudem a pensar em seus assuntos também.Quando me sinto "in love" escuto múscas românticas,que falem de amor,geralmente estas falam sobre as dores de amar.Quanto estou revoltada com a vida escuto músicas deprê,são umas das que eu mais odeio,porque parece que a gente tem um grande problema e esse tipo de música ainda vem chorar junto com a gente;e o pior é que eu escuto.

Não poderia deixar de mencionar que a música vem sendo banalizada,e que muitas vezes não transmite nada que preste;assuntos vulgares e ainda sem nexo vêm sendo cantados e escutados por muita gente.Tem pessoas que acham que atualmente está muito fácil fazer música e sucesso,porém não sabem estes que música de verdade é tocada pelo corpo e criada pela alma.

"music was my first love"

terça-feira, 14 de julho de 2009

Você pode culpar a mídia

Os ensinamentos que levamos hoje em dia têm grande influência da mídia,podemos dizer que esta até comanda certos tipos de mente ou ainda nos faz de reféns em ditaduras em que ela mesma criou e lidera.Estou falando dos valores que o entreterimento vem nos oferecendo,regras que ele vem nos impondo e sacrifícios que algumas pessoas andam fazendo para poder ter a chance de fazer parte disso.

Adolescentes insatisfeitos,incapazes,ignorantes,indiferentes,infelizes.
obedientes à ditadura da beleza tem gente que já nem come,tem os piores delírios psicológicos,faz as dietas mais rigorosas e não se satisfaz nunca.Fiéis aos seus ídolos,eles andam,falam,se comportam e transmitem tudo o que “aprendem".Acabam todos ficando cegos,estúpidos e não conseguem reconhecer o que um astro tem que transmitir pros seus fãs além de beleza,luxo,falsidade,dinheiro e esnobação.Seus ídolos andam dando péssimos exemplos e seus fãs acham aquilo comum,e aceitam qualquer desculpinha que eles dão.

Apartir da mídia o mercado tem poderes imbatíveis,a persuasão nos faz comprar além do necessário,muito mais do que precisamos.Viramos dependentes de um mercado que não pára,não nos controlamos perante as novidades que surgem.Com a postura que estamos atualmente nós necessitamos mais do mercado do que ele do nosso dinheiro.

O conhecimento que os jovens adquirem com a mídia se reflete no drama que muito deles fazem,tudo parece o fim do mundo e os problemas por menores que sejam merecem um encenação com direito à lágrimas.A violência que já era impulsionada pelo instinto humano começa a se tornar normal e essencial pra resolver brigas e discordâncias,agimos como selvagens e esquecemos a importância de uma vida por um simples momento de raiva e prática do que se vê na TV.

Ninguém mais se entende,nem quer se entender,desde de que todos estejam vendo por eles tudo bem.A mídia ensina coisas sem sentido e nos faz pensar como neandertais,não se questiona o por quê,e já são pouco admirados os famosos que não fizeram uma música sem letra,que não dançam funk,não precisam de clínica de reabilitação ou não trabalham pra disney.Acabamos com nosso cérebro e a mídia está cada vez mais acelerando isso,será esse o seu verdadeiro objetivo?

A mídia é importante,mas acabou perdendo bastante do que poderia ser produtivo para nós.Lute pelo que tem valor de verdade,e comece a pensar,porque parece que a mídia só está tentando criar frases novas e sem nexo que substituem a famosa e inesquecível "segure o tchan".


"O homo se diz sapiens,mas o que mais lhe parece faltar é a sapiência"(panorama-forfun)

"Se pratica uma lavagem cerebral disfarçada com o nome de entreterimento"(escala latina-forfun;tem a ver com título da postagem)

"alienação é o que vende na televisão"(forfun-viva la revolución)


terça-feira, 7 de julho de 2009

Pra sempre existe ?


'Pra sempre' essa frase costuma sair em relacionamentos principalmente de adolescentes,cujos parceiros ignoram lembrar do fim.O que nos faz pronunciar estas palavras?Um momento talvez,um brilho nos olhos,a inocência e a fantasia de se estar apaixonado.Claro que existem outros como o da amizade.A minha crença no 'pra sempre' de qualquer que seja o relacionamento não é completa.Grandes nomes da história já juraram que não existia,grandes poetas nos fizeram fantasiar com a ideia de que pra ser feliz,algo deve durar toda eternidade.Em quem acreditar?

Seria o pra sempre uma prosopopeia?Ou seria o desejo da existência de algo durar além do limite?

A verdade é que tudo vai mudando de ritmo,as coisas não costumam ser como eram antes,a mentalidade evolui e novos sentimentos,talvez melhores,vão aparecendo na sua vida.Você pode enjoar,querer desistir ou tentar coisas novas.

Mas o 'pra sempre' quando jurado verdadeiramente tem que sair depois de pensados todos os fatores negativos e positivos,tem que estar focado na manutenção da relação enquanto o tempo muda.Tem que realmente se esforçar pra ele durar pra sempre,porque o pra sempre muda logo.

Eu acredito sim que algumas coisas possam ser pra sempre,só não acredito em 'pra sempres' prometidos da boca pra fora,tem que estar ciente que a eternidade é realmente muito longa.E claro,um amor verdadeiro pode sim acabar,uma amizade muito valiosa pode se perder com o tempo,mesmo sendo prometido que não teria fim,mas quem mandou as pessoas não saberem o que estão falando?Quem foi que disse que a eternidade é dita e não feita?
A eternidade existe,somos nós que não sabemos como chegar lá.

terça-feira, 30 de junho de 2009

"A minha alma nunca vai envelhecer"


Cercada de gente que só quer saber do meu futuro,do meu intelecto,que me ensina sempre as mesmas coisas,que me fazem decorar e não raciocinar ou invertar,planejando planos pra mim que não coincidem com os meus.Cresci (ainda crescendo) sabendo que tudo se consegue através do estudo (o que é verdade),minha mãe sempre fez questão de repetir essa frase,irresponsabilidade e desorganização nenhum adulto lá de casa tolera.É tudo investido no meu futuro,tudo que eu faço deve ser feito com perfeição.A escola está sempre certa,quem erra sou eu.Conversa sobre estudo é séria,sem mais nem menos,certos erros e imaturidade são inadmissíveis.Outro dia me peguei falando com um grupo de adultos, falei que a profissão dos meus sonhos seria ter uma coluna na revista VEJA,que eu queria ser como a Lya Luft,todos começaram a falar que nessa cidade é impossível crescer nesse ramo,impossível,impossível,que eu tenho grande potencial pra crescer em algo mais produtivo,e por fim disseram: Aterrissa Laís,você sonha demais.Revoltei total,como é que alguém ousa falar mal dos meus sonhos?Tudo bem que eu não vou seguir a carreira da Lya Luft,mas essa seria a profissão perfeita.Sonhos,essa é a segunda palavra mais importante do meu vocabulário e estava sendo menosprezada por um grupo de pessoas que não sabiam o seu significado.Então comecei a perceber que nenhum adulto mais tem sonhos,quer dizer,ser elegido para um cargo mais alto da empresa,ganhar mais dinheiro,dinheiro,dinheiro,alguns adultos não têm sonhos,a única vontade deles é dinheiro.Andam programados,sem vontade, com a certeza de que o dia vai ser igual,sem a inocência que lhes permite acreditar no impossível,agora todos os seus sonhos são impossíveis.A maioria é gente despreocupada,acomodada,cheias de problemas e achando que é assim que tem que ser.Gente que não tem mais palavra,que vende suas ideias,seus direitos,que dá de mão beijada as suas vontades e recebe de braços abertos os desejos dos outros.

Que tudo se consegue através do estudo é verdade,mas o que também não pode faltar são os sonhos,estes que lhe darão alguma motivação pra poder estudar,e se tornar grande.O mundo é comandado por adultos que esqueceram os valores espirituais,sendo assim,vamos perder uma certa capacidade de raciocínio,vontade e improviso,já que tudo tem que ser do jeito certo,com todas as regras,ninguém mais vai inventar algo novo,algo bem diferente, que não pertença a nenhum padrão;a menos que exista algum adulto que um dia jurou jamais envelhecer sua alma;este sim poderá ser grande em alguma coisa.

E mais uma vez:A minha alma não vai envelhecer,vai evoluir,compreender e aprender.Estudarei pela certeza de que o conhecimento é essencial pra valorização que eu pretendo adquirir pela minha sabedoria esta que foi possível existir por eu ter conhecimento da inteligência e descobertas dos homens que por acaso conseguiram todo esse ensinamento através de conhecimento,sabedoria,inteligência e muitos,muitos sonhos.

Uma conclusão sobre esse post,minha vida pessoal,sonhos,futuro e muito estudo:
Eu só tenho minha cabeça focada nos estudos e no meu futuro porque eu vivo sobrevoando o mundo dos sonhos.

"Hipocrisia e falsidade,os seus valores são dinheiro e poder,se ser adulto é desse jeito,então desculpe,eu nunca mais quero crescer"-Terra do nunca (Forfun)

"Alegrando sonhos e querendo dizer que a sua alma nunca vai envelhecer"- Pra onde vai (Gabriel o pensador)

"Aquilo que o mundo me pede,não é o que o mundo me dá"- Até quando (Gabriel o pensador)

quarta-feira, 10 de junho de 2009

De fundamental importância


"De fundamental importância",costumo ouvir essas palavras durante campeonatos de vôlei,meu treinador sempre diz :"é de fundamental importância o seu saque agora" ou "é de fundamental importância que você fique calma"esses são os tipos que eu mais escuto.Mas eu parei pra refletir em todas as coisas que em que se importar é fundamental,e em todas as coisas que são de fundamental importância.Bem,pelas minhas próprias conclusões,vou destacar as de importância máxima:
É de fundamental importância que você seja forte,que seja forte principalmente na vontade,que você se dê respeito,que não tenha medo,que tente,lute por seus objetivos,que você se conheça,que se permita viver,tenha um amor,que seja importante na vida de alguém.
E também é fundamental se importar com a sua vida,e com as dos outros,que você se interesse,se importe com o conhecimento,bem estar,e batalhe pelo o que tem fé.

Mas o mais importante é saber do fundamental.É fundamental ouvir o que os outros têm a dizer,acreditar nas suas próprias crenças,e em você,acreditar que precisa de ajuda,e na palavra dos outros,observar com atenção detalhes,defender seus objetivos e pontos de vista,prestar carinho,amor e paciência a todos,para que assim,você tenha alguma importância.

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Teorias e injustiças


Em meio a tantas faltas de democracia,tanta desigualdade e falta de respeito,venho falar de uma injustiça que é provacada simplesmente pela natureza da vida : a maneira como ela termina.O que mais me incomoda na teoria da vida é que todos têm o mesmo desfecho.É extremamente injusto que pessoas de bem tenham o mesmo destino que pessoas que nadam queriam,que nada faziam da vida.Pessoas que batalharam a vida inteira por algo bom,acabam tendo o mesmo triste fim de pessoas que só queriam o mal ou não queriam nada,todos morrem e isso é totalmente errado.

Mas eu acredito que quem pode estar errada também sou eu,a vida é um mistério, a teoria da relatividade me levou a um pensamento bem simples sobre a vida e a morte: se tudo tem segunda chance,se tudo é perdoado,possivelmente nós viveremos mais várias vezes,e com certeza teremos um descanço até voltar a vida humana,esse descanço é a morte.E creio também que durante o descanço a alma olha por quem está vivo,assim como nós jamais esquecemos do indivíduo.

Eu prefiro ter fé no que tem volta,eu acho sim que vida não seria tão injusta assim,acho que os corpos de quem já foi,de quem não foi,e de quem ainda vai,irão se encontrar de alguma maneira,de qualquer jeito.

Isso pode ser meio desconfortável pra se ler,principalmente numa sexta-feira,mas o que ocorreu ao longo desse mês na minha vida,e das pessoas que convivem comigo me fez pensar mais sobre o assunto,me acordou pra vida.Mas pra quem perdeu alguém eu digo:força e muita fé,tudo tem volta,coisas boas não se perdem.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Cadê a Ordem e o Progresso ?


Bom,o Brasil é realmente abençoado por Deus,não é qualquer país que tem toda essa incrível beleza natural e essa mistura de culturas,rítimos e etnias.Porém,nem precisamos dizer que os brasileiros (principalmente governantes)não sabem cuidar dessa sorte grande.Eu culpo principalmente os governantes porque são eles quem devem impor regras e moral na nossa sociedade.O Brasil vem indo de mal a pior.Evoluimos (por sorte) na econômia,mas é só nisso que a gente evolui,é só nisso que nós podemos competir mundialmente.A educação que é o setor que garante por anos a evolução de diversos tipos de coisas e não somente a econômia,está vergonhosa.É no mínimo revoltante saber que tem jovens e adolescentes que mal sabem escrever o nome,crianças que deixam de ir à escola por não ter lápis e caderno para usar,alunos que deixam a escola pra ajudar os pais trabalhando ou acabam entrando no mundo das perdições.Não,nós não devemos dizer que isso acontece por azar ou porque a pessoa tem que arranjar dinheiro pra ser alguém na vida.Até onde eu sei é O-B-R-I-G-A-Ç-Ã-O do governo garantir isso aos seus cidadãos.A educação não deve ser tratada como mais um ponto importante que devemos investir,ela deve ser tratada como o único meio de garantir o PROGRESSO do nosso país,a educação é quem vai comandar todas as gerações que estão por vir.É ela quem nos comanda hoje e se ela desde o início fosse tratada igual para todos não teria essa imensa desigualdade.E não falo só do Brasil,foi ela quem escolheu as grandes potências que existem hoje, e é ela quem vai escolher as de amanhã também.
Agora vamos falar puramente de SORTE.Sabe a maior floresta do mundo ?De quem é a maior bacia hidrográfica que existe ?Conhece as praias mais bonitas ?Conhece o dono da maior biodiversiade?Você sabe qual é o país mais sortudo em termos naturais?Esse é o Brasil.A nação que vem simplesmente destruindo tudo isso.Que não tomou nenhuma medida diante das inúmeras agressões que ocorrem contra a natureza.Tanta madeira exportada ilegalmente,animais que são mortos para servirem de consumo,algumas espécies já nem existem mais.Mas que mercado é esse ?Essa produção sem limites serve a quem ?Isso tudo é realmente necessário ?Nós precisamos abrir mão de um tesouro para fabricar coisas comuns ?É tão difícil achar uma solução pra tudo isso ?CREDO.Esse país só pensa em dinheiro,mas devo lhe assegurar que dinheiro não se come e que muito menos ele dura pra sempre.Será que não é fácil se dedicar à coisas que podem ser decisivas em todos os fatores de sobrevivência de um país ?Brasil,Brasil,já passou da hora de não tolerar mais esse tipo de coisa.Pra quê adianta regras se não houver punição ?Em termos naturais eu só imploro para que alguma coisa seja feita na preservação desse tesouro,esse maguinífico tesouro que está perdendo seu imenso valor.Por favor,não deixe que algumas cédulas que são fabricadas todos os dias,todas iguais,consigam substituí-lo.
Mas não pode faltar o amor.Esse que me mantém esperançosa em qualquer que seja o problema.Eu amo o meu Brasil,por todas as músicas, por todas as comidas,por toda essa gente calorosa,essa gente diferente,cheia de vida.Eu te amo,por todas as praias,por todo esse sol.Por toda essa simplicidade,por todas essas imperfeições que eu sonho em melhorar.Eu te amo Brasil,porque em cada vitória eu encontro mais amor,esse que não me fez desistir até agora.

"Grande pátria desimportante,em nenhum instante eu vou te trair" (cazuza).
XOXO ;*

segunda-feira, 1 de junho de 2009

(in)qualificação dos vendedores


Bem,de uns tempos pra cá tenho observado o comportamento e o atendimento dos vendedores da minha cidade,você pode até achar que é um assunto bobo,mas não é não.Na sexta eu e a minha mãe fomos comprar uma câmera nova,no caixa que era tipo um balcãozinho o cara começou a conversar com o amigo dele enquanto consertava o preço errado que estava no produto que um senhor ia comprar,o melhor foi a conversa dele,que pra completar ele quase gritava "rapá eu não tomo cachaça não,cachaça é só pro são joão,sou patrocinado pela Antártica"repetiu isso umas três vezes como se ninguém tivesse escutado.Mas,o vendedor que tinha nos atendido era um sujeito que de cara parecia muito desleixado,tinha uma barriga de chopp (como quase todo homem de 40 anos pra cima),um olhar totalmente desinteressado,com o comportamento de como se estivesse em casa.Este deu poucas informações sobre a câmera pra gente,depois de pagar,minha mãe pediu que ele explicasse algumas coisas do aparelho,resultado: ele não sabia nada.Tentou nos enrolar um tempão,ficou mexendo na câmera tentando achar não sei o quê,tirou umas três fotos dos companheiros testando o objeto.O cara demorou acho que quase uma hora enrolando,enquanto ele falava fui fazendo as compras do dia.Mas uma história engraçada foi quando eu fui pruma loja de jogos comprar UNO,a loja era grande e então eu perguntei para um vendedor se tinha esse jogo,ele disse assim: "Não tem mais,tinha até semana passada mas acabou todos."Cara de pau né? Não confiando nessa desculpa que todo vendedor dá,eu perguntei pra outro atendente e ele disse: "Tem sim,você encontra na bateria de caixas."Se eu confiasse naquele doido eu teria que passar a madrugada jogando baralho. Mas a pior de todas foi quando eu fui numa loja de acessórios,eram umas 8:50 e a loja fechava 9:00 da noite.Cheguei lá a mulher com mó cara de quem não queria vender,o mal humor dela era horrível,totalmente extressada,me ignorando,essa foi a pior vendedora que eu já vi,só pra extressar mais um pouquinho eu fiquei perguntando o preço de tudo e sai da loja sem comprar nada!Uma lição: não sou eu que dependo dela,é ela que depende desse dinheiro,então tem que tratar de agradar um pouquinho.Sem falar que os vendedores bons mesmo estão sumindo,meldels acho que esse é o fim da única falsidade que nos agrada.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Onde estão os nossos heróis ?

Hoje os heróis são conhecidos como aqueles que usam capas,saem pelo mundo derrotando monstros,que todas as crianças sonham em ser,que todo mundo confia e que tem uma indentidade secreta.

Pra mim,heróis de verdade eram aqueles que lutaram pela mais impossível mudança,que nos ensinaram as mais diversas coisas que sabemos,que influenciaram os nossos grandes planos de "sociedade perfeita".Não estou falando do super homem,nem do batman e muito menos das meninas super poderosas.Estou falando dos grandes lutadores,artistas,poetas,que foram exilados,maltratados e discriminados.Estou falando dos grandes pensadores,grande gênios,grandes cidadãos.Essas eram mentes que viam além,que realmente queriam um bem não só pra si,mas pra todos,eles eram incorfomados como todos,a diferença é que não se acomodaram,não acharam que tudo era normal,que a sorte havia de mudar algum dia.Eram opositores dos poderosos,dos políticos,dos chefes,das famosas e velhas teorias que davam início a tudo,das palavras de pessoas que não ligavam para a razão.Novas formas,novas conquistas,novas críticas e novas derrubadas,assim eram feitos os nossos heróis,que mesmo sofrendo não perdiam a sua palavra,lutaram até a morte pra tentar provar as suas verdades.

Mas e hoje?Onde eles estão?A única coisa que eu consigo ver é gente despreocupada,acomodada,cheias de problemas e achando que é assim que tem que ser.Gente que não tem mais palavra,que vende suas ideias,seus direitos,que dá de mão beijada as suas vontades e recebe de braços abertos o desejos dos outros.

Minhas ideias não correspondem aos fatos


Percebi que dar conselhos,incentivar,argumentar e ser otimista com os outros é bem fácil.Beleza.O difícil mesmo é estar no lugar da pessoa que escuta toda essa falação.Eu até tento me colocar no lugar delas pra saber mais o que se passa,mas a verdade é que você tem que tá passando pelos problemas pra saber.A pessoa que escuta vai sempre achar que nada disso se encaixa com a situação,porque realmente deve haver mais problemas e principalmente não deve ser tão fácil assim de solucionar.É bem difícil de poder ajudar uma pessoa sem nenhum desses fatores,eu acho que seria melhor usar um pouco de todos eles e dar muitos exemplos,porque eles valem mais do que qualquer conselho.Mas se nada disso for o suficiente pra ajudar nem pra ser ajudado,é como eu já disse,minhas ideias não correspondem aos fatos.

domingo, 17 de maio de 2009

pra jamais esquecer


Sabe aquela sua fase em que você "renasce das cinzas"? Pois é,depois que eu e as minhas amigas passamos o mês estudando tivemos um final de semana incrível.Foi realmente ótimo passar o sábado com as pessoas que mais me fazem feliz.Fizemos coisas grandes como ir pra feira de anatomia e aprender sobre o corpo humano, e coisas que vocês podem achar pequenas,como jogar pedrinhas no jardim e ver quem joga mais longe ou tentar jogar futevôlei,errando toda hora o passe (somos uma negação nesse esporte).Só sei que eu me diverti tanto e isso influenciou meu otimismo.Dia bom com os amigos,em que a gente se diverte,fala besteira,se conhcece mais ainda,tenta fazer coisas meio impossíveis com a gente,mas que principalmente aprendemos,apredemos no sentido generalizado,como ter mais um motivo pra amar essa vida e mais um motivo pra amar não somente a si,mas aos outros.
amo minhas amigas,e você,se puder,conheça mais os seus amigos,conheça mais um motivo precioso pra viver.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

"se a vida gasta em você,te faz de pano de chão"


"fica tranquilo porque nada é em vão"(eu espero).Como já diz a música hidropônica do forfun,tudo o que fazemos tem um objetivo.Por mais complicada que a sua vida esteja você vai tirar uma lição disso.Eu sei que às vezes a gente ignora o lado bom das coisas ruins,mas seria menos pior se nós mantivéssemos um pensamento positivo sobre as coisas.Quando somos otimistas tudo muda,você se sente melhor,sua alto-estima fica lá em cima,sua esperança aumenta.É realmente bem difícil sermos otimistas quando nós não vemos motivos nenhum para ser,mas se puder,lembre de uma músca,de um post,de uma experiência em que a vida não te dá só um,mas vários motivos para não pensar no negativo.
"com o sofrimento se enobrece a alma"Vinícus de Morais
BEEIJÕES

domingo, 10 de maio de 2009

eu,eu mesmo e só eu


Todo o tempo eu converso comigo,tenho problemas que só eu poderia resolver,ideias que somente eu consigo ter,penso constantemente e só eu consigo entender.Acho que falando comigo é único jeito de dizer tudo o que penso e de compreender tudo o que quero,é claro.A reflexão sobre o que faço é essencial,só assim tenho opinião sobre a minha própria vida,tenho soluções pros mais diversos problemas e até invento as melhores teorias sobre o mundo,o ser humano,tudo.
Achou confuso ? Então dê uma parada,pense sobre algo.Perceba quantas coisas você pode concluir com seus próprios pensamentos.
1beijo.

sábado, 9 de maio de 2009

MÃE ♥


Só preciso agradecer.Agradecer todos os dias pela pessoa que me deu a vida,que faz de tudo para me ver feliz,que batalha muito,que é o maior exemplo da vida que eu quero.Só preciso agradecer por ter a pessoa que me mostra como ser capaz,que eu mais admiro,que eu mais preciso todos os dias do meu lado.Que me ensinou os valores mais bonitos da vida,que me faz ver o mundo com outros olhos, que me ajuda em todos os momentos.Alguém que se esforça pra dedicar seu precioso tempo comigo.A pessoa que tem um amor que ninguém consegue explicar,um amor que só sendo mãe pra entender.Um amor sem igual.
Eu só preciso agradecer pela pessoa mais importante que eu tenho.OBRIGADA MÃE.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Uma incrível vontade de ser livre


Nem preciso dizer que penso nisso em quase todo instante.A ideia de poder fazer as minhas coisas quando eu quiser,como eu quiser,sem dar explicação e sem o entrometimento de adultos é um tanto tentadora.Ok.Mas vem ai uma frase conhecida: NÃO É ASSIM QUE TEM QUE SER.Mas então eu me pergunto: Estudar a vida inteira sem aproveitar seu tempo de escola pra depois viver trabalhando pra ganhar a vida é o certo?Por isso vos digo uma coisa: Estuda, pra sobrar tempo pra aproveitar no futuro e aproveita agora.Aproveita mesmo a sua juventude,sem medo da opnião de ninguém.No final de sua vida o que vão sobrar são histórias e tem que ser das melhores.Por isso,viva intensamente com responsabilidade,liberdade é o que muitos querem e o que poucos conseguem.Sem responsablidade não vamos poder ser livres,mas sim,problemáticos e agoniados.E sem liberdade não há vida de verdade.Eu vou querer contar histórias impressionantes,por isso estou planejando viver de verdade.Não acho que histórias como "eu obedeci a minha mãe e não fui praquela festa,não aconteceu nada de errado lá,mas se eu tivesse ido podia ter acontecido,eu era uma criança muito educada,obediente...".Eu quero contar histórias das coisas que eu mesma fiz,quando eu quis,sem precisar dar explicação,sem o entrometimento de ninguém,do jeito que eu queria.Eu quero contar histórias de uma incrível vontade de ser livre,que eu consegui realizar.
BEEIJOS e sejam livres com responsabilidade.

"Quem disse
Que eu não posso fazer tudo
Bem eu posso tentar
E enquanto eu vou seguindo, eu começo a descobrir
Que as coisas nem sempre são o que parecem" (Jack Johnson-upside down)

terça-feira, 5 de maio de 2009

Vontade louca de estar na praia


Hoje quando eu estava indo para a escola,fiquei ouvindo umas músicas,quando eu estava numa avenida que se dobrasse eu ia pro caminho da escola e se eu andasse a avenida inteira eu estaria na praia,eu tava ouvindo o melhor bodyboarder da minha rua (uma música tipo surfe).Deu a louca em mim,quanto mais eu ouvia o refrão da música mais eu tinha certeza que iria sair do carro,correr adoidamente de uniforme,com toda aquela chuva,naquela avenida inteira,mas eu ia chegar na praia,eu ia.Juro que eu pretendi fazer isso,esse desejo era muito forte,aquela chuva me lembrava aquelas cenas de filme,em que a pessoa resolve se libertar.Eu andaria bastante,mas até lá o sol chegaria,eu veria a praia,ficaria sentada na areia,compraria uma água de côco com o dinheiro do lanche,me sentiria toltalmente livre e esse poderia ser o dia mais feliz da minha vida,não sei por quê.Mas até que,eu lembrei que dia era hoje,o que poderia realmente ocorrer se eu saísse do carro e o que eu ouviria depois disso.Bem,o que aconteceu de verdade comigo foi que eu não sentei em nenhuma areia,não tomei água de côco e muito menos me senti livre.Meu dia foi bom,mas poderia ser melhor,eu poderia estar na praia.Eu nunca tive um desejo tão forte assim,de uma hora pra outra e eu nunca tive tanta certeza sobre os benefícios do meu desejo.Eu sei que se eu tentasse ir pra lá no mínimo conseguiriam me pegar antes que eu visse os coqueiros.Esse desejo me trouxe mais um objetivo: Sair pra praia,num dia comum,sozinha,andando bastante,só pra ver o mar,ficar o dia interio lá.O poder do mar é incrível,nénão ?
BEEIJOS
(a foto da postagem é a praia pra onde eu pretendia ir).

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Segunda-feira


Bem,diferentemente de muita gente eu gosto das segundas (também com os meus domingos...),hoje, todo mundo conta com a maior empolgação,o que aconteceu no final de semana,bota o papo em dia,se dá uma nova chance de recomeçar,começa uma nova rotina,faz coisas diferentes,constrói novas regras pra si mesmo,ou seja,muda(Ou não).
Minha segunda foi legal,fora o fato de eu não ter paciência pra tudo que envolva números,ângulos e construções,o horário de matemática até que passou rápido.Meu treino de vôlei não foi tão bom nem tão ruim,descobri que eu não recuperei matemática (eu já sabia),mas tipo,eu odeio matemática não vou esquentar com isso,só vou estudar mais.Falei muito com as minhas amigas,ótimas conversas.Dei uma pensada na vida e uma nova chance praquela maldita matemática,tô achando que vou precisar de óculos e decidi me dedicar mais aos estudos (pra variar...).Bom,não vou reclamar da minha segunda só porque não aconteceu nada de especial,mas o que aconteceu hoje é mais do que o esperado pra segunda.Então,tá ótimo.
e a sua segunda?méquefoi ?
BEIJÃO.

domingo, 3 de maio de 2009

Sorria e finja que está tudo bem


sabe aquele sorriso oiminhavidaéperfeitaeusousupersimpática ?Às vezes não dá pra tolerar,mas com certeza todos nós já demos esse sorriso ou tentou esconder tanto o que sentia e a única coisa que fazia era sorrir e concordar.Já estamos acostumados com isso,já é normal.Qualé,ninguém acredita nessas risadinhas,parecem felizes demais,mas,no momento da risada você não raciocina,oque você faz é sorrir e concordar e apreciar sem muita atenção uns sorrisinhos falsos,felizes demais,abertos demais,forçados demais,sem motivo nenhum pra serem de verdade.Não que não exista sorrisos desse jeito de verdade,mas nós sabemos se ele é falso ou não.Eu costumo sorrir e concordar,tanto pela timidez tanto por não ter paciência em certos pontos.Às vezes tão despreocupada que eu nem sei o que eu faço,só depois eu me dou conta.Talvez seja por isso que eu sorrio e concordo ou sorrio e finjo que tá tudo bem,só pra disfarçar minha distração,minha lentidão nas coisas,a minha falta de paciência.Só não ache,por favor,que os meus sorrisos são sempre falsos ou muito menos ache que estou dando esse sorriso propositalmente.Jamais.Mas você,se puder,dê um sorriso verdeiro,você entende muito mais o que é engraçado,se sente feliz de verdade,tem total noção do que está fazendo e ainda por cima tá sentindo de verdade o que é um sorriso.
por favor,me dê um motivo pra sorrir de verdade (nada emo) e se puder compense todos os sorrisos falsos que já deu,amanhã ,com sorrisos verdadeiros.
:D

quinta-feira, 30 de abril de 2009

FORFUN , OS CARAS ♥



geente,não tinha como eu não falar deles.Eles são as pessoas que vem mais influenciando na minha forma de pensar,eles que me fazem cantar de olhos fechados e prestar bastante atenção em cada palavra das músicas,são eles que me fizeram pensar de uma forma diferente,que me "ampliaram a mente".Forfun pra quem não conhece bem,é um pouco de tudo,vão do estilo adolescente apaixonado e despojado a falar dos problemas mundiais e dos nossos próprios problemas.Garanto que se você ouvir vai adorar.As letras cheias de ensinamento,é fácil se identificar com eles porque eles falam de tudo,tem músicas "realex",tem outras que falam desses inúmeros problemas que estão ocorrendo,umas falam de amor (que são muito lindinhas),ããin galera falam de tudo !
Tô falando porque eu sou viciada nessa banda e duvido que tenha alguma banda melhor que ela.Sério, cada milésima vez que eu escuto uma música deles,eu me impressiono mais.E não é fanatismo,isso só acontece com eles ok ?
e POLISENSO ta demais,cês tem que ouvir.EEE,bom,eu não sei decidir qual é a minha música preferida,mas acho que pra vocês vale conhecer primeiro :
Hidropônica,Viva la revolución,Aí sim,gruvi quântico,História de verão,O melhor bodyboarder da minha rua,Escala latina,Panorama,Dia do alívio ....

acho que o que eu falei nem dá pra uma introdução do que eu sinto,aiai.
BEEIJOS ;*

Aquela animadinha


Depois de um dia muito parecido com os outros,de repente bate aquela animada,aquela vontade de sair por ai vivendo.Depois de um papo inspirador com os amigos,seu espírito tá a mil,e tudo que você quer é realizar sonhos,fazer novas promessas e uma mudança básica na sua vida.Depois daquela animadinha você constrói novas regras pra você mesmo,começa a perder a vergonha,começa a se permitir tudo,inventa novos sentidos pra coisas que não fazem sentido,quer ocupar seu dia com coisas úteis,quer viver uma nova vida.É essa animadinha que nos faz implorar por mudanças,é ela que nos mostra os nossos desejos,é ela quem nos tira o controle.Ela é quem nos permite ser quem nós realmente somos.
E então, teve alguma animadinha hoje ?'-'

BEEIJÕES (;

domingo, 26 de abril de 2009

Domingo realex


Meus domingos são geralmente assim,como o de hoje,ouvindo jack johnson,acordando só de tarde,assistindo programas sem graça e falando besteira com a minha irmã.Imaginando meu dia na praia, eu fico aqui me preparando pra semana.
Hoje meio que a minha mente pára,é por isso qu eu to falando dos meus domingos,mas se você quer ler blogs de pessoas com a mente super ativa eu indico esses :
fatosaleatorios.blogspot.com - fala de tudo,o novo post ta muito lindo,cês percisam ler
voupensandovaisaindo.blogspot.com -uma visão ampliada sobres os assuntos do mundo e da vida dela.
omundotagirando.blogspot.com - ela ta começando ainda,mas promete muito,da uma passada lá pra ver umas dicas de poemas,músicas e coisas interessantes.

BEEIJOS,comeeentem.

quinta-feira, 23 de abril de 2009

all i need is love ♥


confesso que, me preparei pra falar disso,mas quando se trata de amor não é qualquer poema que pode me conquistar,não é qualquer frase que pode me fazer lembrar do amor,aah o amor,nem mesmo as frases mais profundas conseguem descrevê-lo.
Pra falar de amor eu fico confusa,indecisa,sonhadora,apaixonada.Nós nos tornamos totalmente lindos quando falamos de amor,o amor que você lê e ouve é cada vez mais interessante quando se parece com o seu jeito de amar.
O amor pra mim,é quando você quer uma pessoa sempre por perto.Você tenta esconder isso,mas quer.Amor pra mim é deixar-se levar,ser uma pessoa totalmente pura,verdadeira compartilhando segredos e sonhos com o seu amor.Quando se ama,você esquece totalmente do mundo,pensa incansavelmente nisso,você não consegue se concentrar em nada,só no amor com seus planos quase impossíveis.Amando você esquece de todas as pessoas que você odeia,afinal,você já nem pensa nelas mesmo.Você vive a vontade,seu amor é a pessoa que mais te compreende,que você mais admira,que você quer o tempo todo,mesmo sem motivo nenhum.

Amar é diferente de exibir-se,você quer um amor pra você ou pros outros ?Não importa o que digam,você acha o seu amor a pessoa mais linda do mundo mesmo que ele não tenha uma incrível beleza externa.Você o acha a pessoa mais romântica do mundo mesmo ele não te escrevendo cartas de amor,mesmo não te dizendo as palavras mais bonitas,basta as palavras serem verdadeiras.Seu amor pode nem chegar aos pés de Edward Cullen,mas quando se trata do SEU amor,você acha defeitos em qualquer outra pessoa,menos nele.Ou você até acha mas já esqueceu quais são.As qualidades cobrem qualquer imperfeição.

O amor pra mim é um sentimento engraçado,a gente tenta não encarar a verdade,mas quando estamos amando,estamos desesperadamente apaixonados.
O amor transforma,transforma tudo e todos,torna o ar mais harmonioso,todos parecem ficar mais calmos,mais lights,mais sonhadores.

Me desculpe,caro leitor,se tudo o que disse não tem haver com o seu tipo de amor,
mas jamais pedirei desculpa pela minha forma de amar,pelo jeito como o amor é visto por mim,porque afinal,você pode viver um amor,mas eu posso estar vivendo um sonho.

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Faça amor, não faça guerra

Como já dizia John Lennon,"make love not war",sério,eu sempre me pergunto por quê,por quê a única solução sempre é a guerra,há tantos modos de resolver problemas mas não,tem que partir pra ignorância.Taí porque que até hoje em dia,as coisas que deviam elvoluir,não evoluem.O amor é uma coisa tão linda que nós deviamos crescer aprendendo a amar e não a passar perna no outro.Mas a guerra,ela interveem em tudo,na educação de todas as pessoas,nos comportamentos,na felicidade,na justiça.Guerra é a coisa mais ridícula que eu conheço.Sempre que leio livros de guerra,como no tempo do nazismo,os judeus,claro,sempre morrem,e eu fico imaginando outras formas de resolver isso tudo,eu xingo o gorveno e todas as pessoas que se conformavam com isso,e que depois de um tempo achavam que o governo estava certo!que o governo estava certo!MELDELS!O comodismo a cada dia cresce mais,a revolução vem da gente,somos nós que temos que abrir os olhos desse maldito governo!Somos nós que temos que abrir nossos próprios olhos,temos que nos manifestar,temos que ampliar nossos pensamentos.Se desde sempre,ou depois de todas essas conquistas através de guerras a sociedade fosse em busca do que é bom,do amor,as pessoas esqueceriam o que é guerra e esquecendo a guerra toda a miséria humana acaba,acaba...Nós precisamos viver mais intensamente,nos importar mais com o espírito e não com as propostas mentirosas que o governo e a mídia oferecem.Sem falar que a guerra é uma falta de respeito,com todas as pessoas que não se envolveram nisso,com todas as pessoas de bem,com todas as crianças que não tiveram a oportunidade de viver muito,que não entenderam tudo isso,que desconheceram o sentido da infância,que não sabem o valor da vida.Uma falta de respeito também com todas as gerações que jamais chegaram a existir.

FAÇA AMOR,NÃO FAÇA GUERRA
Love n` peace 4ever!

bom feriado (; beijões

sábado, 18 de abril de 2009

HOPE


Esperança é a certeza de que tudo pode mudar,que as coisas podem ser melhores,que tudo tem solução.Ter esperança é acreditar em algo que pode nem ser possível,em algo jamais ocorrido,em algo que você quer o bastante pra poder acreditar.Agora,perder a esperança,é você cansar,cansar de acreditar,é meio que perder a inocência,perceber que as coisas estão realmente impossíveis de acontecer.Mas,por mais difícil que estejam as coisas,acredite.Se você acreditar elas tem como melhorar,se não,elas continuarão do mesmo jeito.Tenha esperança,porque sem ela você nem tem mais objetivos,você se torna mais um que não se importa,mais um que não acredita.Saiba que as coisas tem como mudar,olhe onde estamos hoje,você acredita que alguém poderia imaginar a milhares de anos atrás que todas essas coisas podiam existir?você mesmo,quando era pequeno imaginou tudo isso ?Se você perceber,quem acredita vai muito além da imaginação,ele alcança mais que o impossível.
beeijos,bom final de semana (;

sexta-feira, 17 de abril de 2009

o verdadeiro eu


quantas coisas você já não leu sobre hipocrisia,mentira,falsidade,dupla personalidade blá blá blá,e você sempre diz que não é desse jeito,claro que não...se você for perceber cada coisa que se faz hoje em dia a gente faz mais pensando nos outros do que na gente,tipo,você não sai de casa de qualquer jeito,não fala todas as coisas que te vem em mente porque você se preocupa com o que os outros vão achar disso.Isso é normal, até no ponto em que você chegue a deixar de viver a sua vida,deixe de fazer o que quer,deixe de falar o que acha,deixe até de pensar.A sociedade está assim hoje em dia.Não seja mais um,fale o que pensa,porque no fundo,todos nós achamos isso,mas para não "perder a postura",não falamos.Faça a diferença,estilos diferentes sempre atraem,porque querendo ou não,estamos todos iguais,todos indiferentes e superficais,mas,se você puder libertar sua verdade,todos ficam mais a vontade com uma pessoa calorosa,que não vai achar feio nada que você fale,nada que seja pessoal demais,ele vai poder te entender,porque afinal,ele tem uma vida, e ela é de verdade.
beeijos e bom final de semana (;

quinta-feira, 16 de abril de 2009

coisas novas


já parou pra pensar em cada coisa que muda na sua vida ? cada diferença é uma motivação a mais pra você, mesmo sendo ruim,você vai tentar encarar a novidade do melhor jeito possível.Acho que,sem novidades, obviamente,tudo seria muito chato,eu gosto de novidades,embora muitas não aconteçam comigo.Eu gosto das novidades de todos,me faz pensar na situação,me faz tentar ajudar a situação,me faz querer ter novidades também.Hoje criei esse blog,só pra falar,falar do que sinto,falar do que penso,falar do que odeio,falar de vocês,falar mal,falar do mundo,de sentimentos,falar de algumas coisas,de algumas coisas novas '-'.

acompanhem o blog (;