sábado, 16 de outubro de 2010

Viagens e lições

Ainda lembro bem a ansiedade de todos no aeroporto,era de madrugada e até mesmo o comissário de bordo levou sermão.Troca de assentos e antes da decolagem,contagem regressiva.Parecíamos crianças,e ficar sentados,parados,era coisa mais difícil de se fazer naquele momento,naquela inquietação mental."Chega logo",martelava nas nossas cabeças.Não precisava de pressa,ainda tínhamos muito,muito tempo até o nosso destino.

No city tour,fiquei sabendo que que Campos do Jordão é cidade mais elevada do país,que era muito procurada para a cura da tuberculose e que as casas,nos bairros nobres,têm nomes.Mais umas horinhas no ônibus,chegamos ao tão esperado local.Problemas com os quartos.Conclui que certos empecilhos na vida são superados à base de calma,e claro,persistência.

E quem diria,um axé me marcaria.Ainda nessa viagem,é engraçado,eu estava organizada.Incrível como temos que viajar para nos descobrir um pouco mais.Vão desculpando as orações na ordem inversa e a grande quantidade de vírgulas,é que as aulas de ortografia estão fazendo efeito.

Resolvi confessar,nessa minha viagem fiz coisas idiotas.Imitei montanhas russas,fiquei completamente suja de lama,fiz umas dancinhas bobas,tudo conforme o monitor do acampamento ensinava.Tive certeza de que em certos momentos da vida devo fazer o que não farei nunca mais.

Não me chamaria de insensível,mas os outros eram um tanto manteigas derretidas.Na despedida,abracei tanta gente de olhinhos vermelhos.Talvez minhas glândulas lacrimais tenham problemas,ou os outros percebiam o que o sono não me deixava ver: que aquilo tudo jamais voltaria.Tinha lareira,frio,gente chorando e a realidade esmagadora,eu devia chorar.

Lágrimas enxutas e como diria um dos garotos mais malucos que conheci,viraríamos biscoito no aeroporto,novamente.Olha só quem estava lá,em pleno domingo de eleições,Tiririca,o candidato dos milhões de votos.A política se tornou uma piada ainda mais engraçada,pensei.Encontrei também o Lars Grael,que só eu reconheci quando ele passou de muletas e à princípio,achei que era o irmão dele,Torben.Estava lá também a Mel Lisboa,que só eu reconheci,afinal,não é tão famosa,mas uma simpatia.

Um americano,vindo de Dallas-Texas,puxou conversa.Pelo o que disse,parecia muito sábio.Tinha um nome complicado,diferentemente de Bob,Tom,James.Deu uns conselhos,disse que,na minha tradução mediana,o pior erro para se cometer na vida é se casar com uma pessoa estúpida.Ele era divorciado,então sabe bem o que fala.Disse também que quando se é inteligente,não se teme nada.Na nossa idade ele não enxergava,mas isso não o impediu de conquistar seu desejo.Ele é advogado,mesmo tendo dislexia.

Dessa viagem só restou saudade,lembranças e aprendizagem.É difícil me concentrar nas provas sempre que as cenas dos momentos invadem a minha cabeça.As festas,as pessoas,as conversas,os momentos é tudo que eu vou levar.

Acampamento NR-Nosso Recanto,Sapucaí Mirim-MG 29/09 - 03/10 ♥

3 comentários:

Gabriela Petrucci disse...

Nossa, deve ter sido uma delícia! *-*
Tirou foto com a Mel? Acho ela tão linda!
O texano devia ser uma simpatia! :D


Beijos

Lari Reis disse...

Eu nunca fui a um acampamento assim. A experiencia mais proxima que tive de um, por volta dos 10 anos de idade, foi meio assustadora... Nunca mais tive vontade. Apesar disso, parece ter sido uma viagem ótima! Cada um com sua sorte.

Bill Falcão disse...

A foto é de Campos do Jordão, né? Estive lá,anos atrás, e adorei!
E sim, viagens podem nos ensinar muito. É só estar atenta a tudo, curtir mesmo aquele momento.
Bjoo!!